Cuidados com as crianças no condomínio em período de férias

Frederico Ribeiro

Sócio Diretor de RH e Facilities

Condomínios
23/11/2021

Cuidados com as crianças nas férias

No período de férias escolares, é muito importante que os pais, síndicos e funcionários tomem certos cuidados com as crianças no condomínio. As áreas comuns podem ser perigosas e é preciso evitar acidentes e casos mais graves. É a hora de redobrar as atenções. Por isso, listamos algumas atitudes que podem ajudar a mantê-las seguras!

1. Atenção ao playground

O condomínio precisa garantir que o playground tenha brinquedos adequados para as crianças, levando em consideração, por exemplo, a conservação dos equipamentos. Não pode haver brinquedos enferrujados, madeiras pontiagudas e nada que ofereça risco aos pequenos.

Além disso, recomendamos que os pais ou um responsável esteja sempre por perto enquanto as crianças estiverem por lá. O menor descuido pode ser suficiente para um acidente, então é bom ficar atento e não arriscar.

2. Cuidado com a academia e a sauna

Este é um alerta tanto para os pais, quanto para os funcionários e síndicos. A academia e a sauna são lugares perigosos para crianças, então, deve-se evitar que elas circulem por estas áreas. Os síndicos podem criar regras como estipular a idade mínima para entrar nas áreas, os pais devem educar os filhos sobre essa questão e os funcionários ficar de olho para que nenhuma criança entre escondida. Assim, as crianças ficarão em segurança!

3. Alerta com a piscina

As crianças adoram a piscina, mas ela representa um risco considerável. O primeiro ponto a ser observado é em relação a manutenção da piscina. Ela precisa estar em boas condições de uso, não apenas para os pequenos, mas para todos os moradores. A estrutura também tem que ser vista com carinho. É importante contar com piso antiderrapante e com grade para restringir o acesso.

Assim como na academia e sauna, o síndico deve criar regras para que as crianças só entrem na piscina quando acompanhadas por um responsável. Também será preciso manter um funcionário no lugar.

4. Use faixas antiderrapantes nas escadas

As escadas são muito perigosas para as crianças, que costumam correr mesmo com os alertas dos pais. Por isso, para evitar que um acidente ocorra nos degraus, é preciso se prevenir com a colocação de faixas antiderrapantes. Além disso, a iluminação do ambiente também precisa estar em dia e deve haver um corrimão com altura adequada.

5. Impeça a circulação crianças desacompanhadas

Ainda que os condomínios possam ser lugares mais seguros para viver com a família, todos precisam fazer a sua parte para que isso se confirme. Então, recomendamos que as crianças nunca andem desacompanhadas de um responsável nas áreas comuns, não entrem em elevadores sozinhas e nem vão até a portaria receber uma encomenda ou um visitante sem que um maior esteja presente.

Como você pode ver, manter a segurança das crianças deve ser um esforço conjunto entre síndico, funcionários e os pais. Assim, o risco de acidentes diminui!