7 dicas para festas de fim de ano no condomínio

Fábio Fragoso

CEO da ASTER

Condomínios
30/11/2021

Dicas para festas de fim de ano no seu condomínio

O final do ano é um período festivo para a maioria das pessoas que reúnem a família e os amigos para celebrar um novo ciclo que se inicia. Nos condomínios, isso significa um volume de acesso maior do que o normal, por isso, precisamos tomar alguns cuidados para garantir o conforto e a segurança de todos. Abaixo, listamos algumas dicas para os moradores e também para os síndicos para garantir que tudo saia como o esperado nas festas de fim de ano.

1. Reserva do salão de festas

O período de festas de fim do ano é um dos mais concorridos em relação à procura para reservas do salão de festas do condomínio. Com a grande procura, em alguns condomínios, a decisão acaba sendo feita por meio de sorteio. Outros lugares dão preferência a quem reserva a área primeiro. Por isso, se você é um síndico, lembre os moradores das regras para ocupação do salão de festas. Já os moradores precisam fazer a reserva o quanto antes, caso seja possível.

2. Uso da piscina

Recomendamos evitar o uso da piscina em festas para diminuir as chances de um acidente. O ideal é bloquear a área para que os convidados, sobretudo as crianças, mantenham uma boa distância do local. A segurança deve estar acima de tudo. Por isso, os síndicos precisam conversar com os moradores e os moradores com seus convidados.

3. Cuidado com a decoração

Em alguns condomínios não é permitido fazer uma decoração externa. Por isso, se você for um morador, antes de investir tempo e dinheiro, cheque as regras no regimento interno e comunique ao síndico sobre a vontade de fazer uma decoração especial para o fim do ano. Os síndicos também precisam comunicar isso aos condôminos.

4. Lista de convidados

Para facilitar o acesso ao condomínio, sempre que um evento for realizado, é recomendado fazer uma lista de convidados e entregá-la à portaria do condomínio. Nos casos de condomínios que utilizam a portaria remota da ASTER, os moradores têm a possibilidade de fazer a lista via aplicativo. Além disso, podem fazer o pré-cadastro dos visitantes para evitar que eles fiquem esperando na portaria por muito tempo. Sabemos que, quanto menos tempo na calçada, menor a chance de um assalto. Então veja abaixo como funciona o app ASTER Portaria Remota:

5. Fogos de artifício

A tradicional queima de fogos de ano novo é um momento esperado por muita gente. Mas, na cidade de São Paulo, é proibido vender e soltar fogos que produzem barulho. A lei 17.389/2021 veta o uso dos artefatos sob multa de pouco mais de R$4.300,00 (150 vezes o valor da UFESP (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo) para pessoas físicas. No entanto, os fogos de artifício coloridos e sem som estão liberados por lei, mas dependem da liberação do regimento interno do condomínio.

6. Segurança

Quanto mais festas, maior a circulação de visitas e pessoas estranhas no condomínio. Por isso, é importante reforçar a segurança nessa época e treinar os funcionários para que ninguém entre sem autorização. Além disso, como dito antes, a lista de convidados e o pré-cadastro são fundamentais e podem ajudar a manter a segurança de todos.

7. Barulho

Controlar os ânimos nas festas de fim de ano é uma tarefa muito complicada. Mesmo em períodos como esse, a lei do silêncio continua valendo, mas cabe o bom senso. É possível estender temporariamente o limite de barulho das 22h para a meia noite, por exemplo. Após esse horário, o som deve diminuir e o barulho ser controlado.

Lembre-se também que o momento ainda é de pandemia e, por isso, os protocolos de combate ao vírus seguem valendo, mesmo em datas comemorativas.

As festas de fim de ano devem ser um momento especial, então precisamos fazer o possível para que todos possam curtir esse momento sem estresse e sem preocupação.