Considere esses custos ao avaliar propostas de terceirização

Condomínios
14/07/2017

Custos e encargos na terceirização

A gestão de um condomínio, além de complexa do ponto de vista da administração em si, traz com ela diversos custos e obrigações legais que não podem ser negligenciados. Daí a importância da contratação de uma empresa terceirizada séria e capacitada para cuidar de tudo, tendo em vista que qualquer regra não cumprida pode acarretar em multas e processos na justiça.

Se por exemplo uma empresa terceirizada não recolher o FGTS de seus empregados, o Condomínio poderá ter que arcar com esses valores, em um eventual ação trabalhista, pois responde de forma subsidiária, conforme legislação vigente  É o famoso caso onde o barato pode sair caro.

Tomar conhecimento dos principais encargos trabalhistas, impostos e custos obrigatórios deixa qualquer síndico mais preparado para o dia a dia, gerando mais segurança para escolher a empresa certa. É também uma forma de comparar possíveis fornecedores e descartar empresas não idôneas, afinal, não existe “mágica”. As obrigações legais não mudam e por isso, valores muito baixos de uma proposta devem merecer atenção especial, visto que a regra é uma só para todos.

Para que o assunto não seja um bicho de sete cabeças, explicamos abaixo, de forma simples, os principais custos de um condomínio com relação à mão-de-obra contratada terceirizada e  suas respectivas obrigações legais.

Encargos e Benefícios com funcionários

O registro em carteira é obrigatório, seguindo assim a CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Por isso, como qualquer profissional com carteira assinada, sobre o salário do funcionário terceirizado, existe incidência de INSS (aproximadamente 28%)  e FGTS (8%), devidos pela empresa contratada.  Além disso, existem os benefícios obrigatórios previstos por Lei e  regulamentados por convenções coletivas da categoria, de acordo com a região e categoria de trabalho. De forma geral, os benefícios mais comuns são: vale-transporte, cesta básica, assistência médica, vale refeição, auxílio creche, seguro de vida, etc. – e devem ser assegurados pelo condomínio.

Além disso, no valor mensal devem estar previstas as provisões de Férias e Décimo-Terceiro Salário,  além de  provisões sobre eventuais faltas, afastamentos e indenizações demissionais, bem como todos os encargos sobres esses pagamentos. Se esses valores não estiverem previstos, provavelmente a empresa terá problemas de se sustentar no longo prazo, pois não terá recursos para honrar com os obrigações legais de seus funcionários.

Por isso, sempre exija a planilha de custos aberta para entender como a empresa chegou no valor da proposta. Assim, será possível identificar lacunas que poderão trazer problemas futuros. 

Retenções e impostos por parte de empresas prestadoras de serviços

Ao contratar uma empresa para a terceirização dos serviços,  deverá ser reter  11% sobre o valor total da nota fiscal, referente à Previdência Social, conforme disposto no art. 149 da IN 100/2003. É obrigatório também o recolhimento de CSLL (1%), COFINS (3%), PIS/PASEP (0,65%)  e ISS (2%).  Esses impostos devem ser abatidos do valor bruto de NF e recolhidos pelo Condomínio em guias específicas, repassando a empresa CONTRATANTE apenas o valor líquido. 

Tais retenções só não serão devidas, caso a empresa contratada para prestação de serviços for optante pelo SIMPLES. É importante ressaltar, no entanto,que existem muitas empresas enquadradas no SIMPLES de forma irregular, com o objetivo apenas de benefícios fiscais. Certifique-se da legalidade disso, de acordo com o tipo de prestação de serviço e o porte da empresa.  O Condomínio pode ter problemas futuros em relação a isso.

Encargos com autônomos contratados

Ao contratar uma pessoa física para prestação de serviços eventuais autônomos, mesmo que isso não configure vínculo empregatício, é obrigatória a contribuição previdenciária de 20% – calculado sobre o valor da nota. Dependendo da função cadastrada pelo autônomo como contribuinte, será necessário que ele faça o recolhimento de ISS.

Escala de Serviço, horário noturno e horário de refeição

Outros pontos de atenção são referentes a escala de serviço, horário noturno e horário de refeição. Muitas empresas praticam escalas irregulares ou não computam as horas extras devidas aos funcionários. Questione sobre essa questão especialmente nas escalas 24 horas de porteiros e vigilantes e certifique-se que as horas extras devidas estão contempladas no custo, a partir do limite de 44 horas semanais. . As escalas individuais com jornadas de 12 horas só são permitidas quando contemplam um descanso de 36 horas subsequente, a chamada escala 12×36. 

Além disso, os custos devem contemplar o adicional noturno e hora reduzida, quando o funcionário trabalhar entre 22:00-05:00 e também o horário de refeição dos funcionários conforme artigo 71 da CLT. É muito comum em portarias de prédio não ser possível o funcionário se ausentar do local, e por isso o custo deve englobar essa hora de refeição indenizada,  paga como hora extra, conforme previsão legal.

Piso salarial

É importante ficar atento também aos pisos salariais definidos em cada região, que devem estar respeitados na proposta. Como exemplo, citamos abaixo o piso salarial de duas funções dentro do Estado de São Paulo para o ano de 2017, conforme Convenção coletiva do SIMEACO, que é o sindicato normalmente utilizado pela empresas de terceirização de limpeza e portaria:

Porteiro – R$1.309,71
Auxiliar de Limpeza: R$1.078,35

Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários que a gente responde!

LEIA TAMBÉM

Pedras Portuguesas: Boas Práticas para Limpeza e Conservação.

As pedras portuguesas são valorizadas por sua durabilidade e estética, especialmente em calçadas e praças. Feitas de calcário ou basalto, elas são porosas e requerem cuidados específicos para evitar sujeira e manchas. A manutenção regular é essencial para preservar sua beleza e segurança, prevenindo que se tornem escorregadias. A limpeza deve incluir varrição regular, lavagem com água moderada, uso de detergentes neutros e escovas macias, além de tratamentos específicos para manchas. Evite produtos ácidos, que podem danificar as pedras. Impermeabilizações periódicas ajudam a manter a durabilidade. A ASTER oferece serviços de facilities, incluindo limpeza especializada para esses ambientes.

ler matéria completa

Proteja Sua Casa: Dicas de Segurança Essenciais para as Férias de Julho

À medida que as férias de julho se aproximam, muitas famílias planejam viajar, deixando suas casas mais vulneráveis a criminosos. Este post oferece 14 dicas essenciais para manter sua residência segura durante sua ausência, assegurando férias tranquilas. Entre as recomendações estão: planejar entregas de forma que não acumulem indícios de ausência, usar campainhas inteligentes e redirecionar chamadas fixas para o celular, instalar sistemas de iluminação temporizados, fortalecer laços com vizinhos vigilantes, reforçar a segurança física com fechaduras mais robustas, adotar sistemas de segurança eletrônica avançados, e monitorar sua casa com câmeras. Além disso, é importante evitar compartilhar planos de viagem nas redes sociais, desligar a água para prevenir acidentes e guardar itens de valor em locais seguros. Ao retornar, se notar algo estranho, é recomendável contatar um vigilante antes de entrar em casa. A ASTER está comprometida em oferecer um serviço de segurança de alta qualidade, garantindo que você possa desfrutar de suas férias sem preocupações.

ler matéria completa

Conheça uma Solução Inteligente para Recebimento de Encomendas na Portaria Remota

O ASTER Locker é um armário inteligente disponível 24 horas por dia, projetado para simplificar o recebimento de encomendas em condomínios com Portaria Remota. É uma solução prática, moderna e segura, para adaptar seu condomínio a nova realidade do e-commerce, que cresceu exponencialmente nos últimos anos. Por que o ASTER Locker é necessário? Com o […]

ler matéria completa